Valete - Hall of Fame Lyrics | FAST DOWNLOAD

Hall of Fame

"Gabriel o Pensador o homem que eles amam odiar"
Nah, é o homem que fez o nosso coração parar
'távamos todos a chamar de burras as loiras mais belas
E a pedir ajuda para morar numa favela
Quando em 94 Rapúblicaram o rap tuga
E enquanto uns afogaram-se, eu li o dicionário da rua
Lá também vi a Verdade, nua e crua
Boss AC foi o primeiro mc a reduzir todos os outros a pesos plumas
E em 95 levou o flow para outro nível
Deu-lhe com a alma e devorou o Pacman no álbum dos Da Weasel
Era um flow homicida, e ele tinha apenas 19
Era preciso ser um Mad Nigga para competir com o Boss
96 ergeu-se o underground e eu despertei
Era na assembleia da Microlândia que se fazia a lei
Ninguém cuspia com a auto-estima de Sagas, o sensei
D-Mars tinha rimas mais Assassinas que o dj
Dealema deixaram o Submundo ainda mais submerso
Eles chegaram mais longe porque andavam de Expresso
E tinham o tal mc dos versos ilusionistas
Com um Fusível a mais que o resto dos liricistas

(Refrão)
Se o r.a.p. é a tua life então faz isso bem
Deita sangue e suor até chegares além
Sê humilde bro, ainda não és ninguém
Ainda não tens o skill para entrar no hall of fame
Caga nessa pop shit de fama, guito e tops
Sê tu próprio e corre por amor ao hiphop
Trabalha forte e firme até tu seres alguém
E até teres o skill para entrar no hall of fame

O sol nasceu no álbum dos LNM em 97
E apareceu com o estilo matematicamente correcto
Eu diria matematicamente infalível
Para a maioria praticamente impossível
O primeiro clássico de hiphop tuga chegou Sem Cerimónias
Foi quando o Porto começou a deixar Lisboa com insónias
Mind da Gap conseguiram tirar o underground do fundo
Fácil, porque eles tinham um Serial Killer e um Ace de trunfo
O ás da escola do rap da rua chamava-se Chullage
Muito gás, todos os street rappers ficaram lá atrás
Eficaz na street knowledge, sempre cru e voraz
Perspicaz na rima por mais que rimasse Red Eyes
O rap voltou em carga ao ghetto na época de ouro
à espera da nova Praga que rimava em crioulo
E trouxe a nova saga do flow para meu consolo
Que libertava veneno para vos deixar a soro

(Refrão)

Se o r.a.p. é a tua life então faz isso bem
Deita sangue e suor até chegares além
Sê humilde bro, ainda não és ninguém
Ainda não tens o skill para entrar no hall of fame
Caga nessa pop shit de fama, guito e tops
Sê tu próprio e corre por amor ao hiphop
Trabalha forte e firme até tu seres alguém
E até teres o skill para entrar no hall of fame

Em 98 já se falava de um tal Projecto Secreto
Que depois foi desvendado em mixtapes e maquetes
Xeg, o primeiro mc a fazer da língua um sabre
Que mais tarde ainda provou que é mais amargo sem Vinagre
Sam, Entre(tanto) saiu do Quarto Mágico
Com o primeiro álbum independente em formato de clássico
Sam, ninguém sabia o que o puto valia
Sam, ninguém sabia no que se tornaria
'tavam todos concentrados, perplexos, embasbacados
A ver os resultados do Mundo e os versos silábicos
Mundo, ninguém percebia onda a rima caía
Mundo transformava palha em poesia
Bem antes da banalização e dos morangos
Bem antes da fama e do cifrão ser importante
Bem antes do sá leão, do melão e do sandro
Quando era só skills, transpiração e sangue

(Refrão)

Se o r.a.p. é a tua life então faz isso bem
Deita sangue e suor até chegares além
Sê humilde bro, ainda não és ninguém
Ainda não tens o skill para entrar no hall of fame
Caga nessa pop shit de fama, guito e tops
Sê tu próprio e corre por amor ao hiphop
Trabalha forte e firme até tu seres alguém
E até teres o skill para entrar no hall of fame

Date Added: 2017-08-25
Comments
0 (1 votes)
Artist Information
Newest Lyrics