Valete - Skinheads Lyrics | FAST DOWNLOAD

Skinheads

[Intro]
[Sr Lourenço]
– Podes entrar !
[Vítor]
– Boa Tarde Sr Lourenço
[Sr Lourenço]
– Boa tarde Vítor. Podes sentar ! Senta-te!
[Vítor]
– Com Licença
[Sr Lourenço]
– Ora bem, é o seguinte... Tu sabes que o Lúcio saiu da empresa, e é nossa política promover sempre alguém do departamento para os cargos de chefia, não é preciso dizer–te porquê , tu já sabes não é?
[Vítor]
– Hum hum
[Sr Lourenço]
– Bom, és o mais antigo do departamento, e temos aqui relatórios que nos indicam que és o mais competente, o que tem mais destreza a desempenhar as funções, o mais disciplinado, raramente faltas, e por isso, é normal que sejas tu o escolhido para assumir o cargo de director
[Vítor]
– Ohhh !!! ok
[Sr Lourenço]
- Então diz-me lá! Quanto é que tu ganhas?
[Vítor]
– 1540 euros
[Sr Lourenço]
– Ok .Vais ficar com o salário do Lúcio , que era de mais ou menos 7000 euros
[Vítor]
- Bom, bom!
[Sr Lourenço]
– No final deste trimestre vamos fazer uma reunião corrente da administração e vamos oficializar a tua nomeação ok?
[Vítor]
- ok
[Sr Lourenço]
- Vais ser o primeiro diretor negro desta empresa pah, vais ser o Obama do departamento comercial ahh
[Vitor e Sr Lourenço]
– (Risos)
[Sr Lourenço]
– Parabéns. Vá comemorar homem!

[Verso 1]
A noticia já se espalhou por toda a empresa
Agora todos tratam-te como se fosses realeza
A Ju, agora sem pedires traz-te sempre um cafezinho
A Diana larga um sorrizinho sempre que te apanha sozinho
O Nuno agora quer conversa a toda a hora
Fala do tempo, da hora, conta histórias do vizinho
Agora todos adulam-te, bajulam-te não te largam
Afagam–te com elogios quase que te embriagam
Vais ser o diretor , precisas duma ganda dama
A Diana é ganda filé, dizem que na cama é profana
Ela é, a loira boa que na empresa todos cobiçam
Enfeitiçam-se por ela quando a vêm toda soberana
Querias convidá-la pa’ sair, nem foi preciso
Ela antecipou-se , galaste logo o panorama
Jantar tipo novela, em casa dela , à luz de velas
Depois bafos de marijuana até caírem na cama
Dez maratonas de mestre deixaste-lhe em coma
Na xona dela só deste negritude e testosterona
No dia seguinte já era oficial
O acordo é bilateral vocês dois são um casal
Quase que te esqueceste que tu tinhas namorada
A Yola , a tua crioula, a tua neguinha, a tua amada
Nem quiseste saber, acabaste com Yola por telefone
Deixaste-a incrédula, chocada, transtornada
Sem remorsos , tu agora és diretor
A desfilar com tua loira e com o teu ar de superior
Diana convidou-te pa’ conheceres os pais
2 cotas cordeais que moravam nos Olivais
Os cotas eram eleitores do PNR
Mas eles adoraram-te e foram mais que bestiais

[Sr Cardoso (Pai de Diana)]
– A minha filha é como a minha esposa , basta levares assim com jeitinho, que ela fica logo mansinha
[Sr Cardoso, Vítor, Sra Cardoso]
– (Risos)
[Diana]
- Oh pai, pare lá com isso!

[Verso 2]
O Ney o Djey, o Lameira e o Carvalho
À sexta feira vão sempre apanhar-te no trabalho
Sempre que ‘tão juntos é aquele descontrolo
Eufóricos e enérgicos a falar em crioulo
Sempre expansivos como os jovens negros
Com aquele apego de africanos nativos
Depois do trabalho vão até ao bar do Francisco
Comer uns mariscos pa’ depois cair na disco
E tu convidas sempre Diana pa’ essas noitadas
Mas ela responde sempre que ‘tá enjoada ou fatigada
E tu ‘tás farto

[Vítor]
– Que é que se passa?
[Diana]
- Vítor, é assim, tens que perceber uma cena. Tens que perceber que a tua vida mudou. A sério Vítor a tua vida mudou, tu lutaste muito pa’ chegar até aqui. Epa, os teus amigos todos a virem-te buscar ao trabalho, todos mal vestidos, a falar crioulo, parecem um bando. Opah a sério, por amor de Deus !
[Vítor]
– O quê!? ‘Tás te a passar!?
[Diana]
- Olha das duas uma, tens que perceber uma cena! Ou continuas a ser o puto do bairro que anda nas tascas e frequenta discotecas chungas com os amigos, ou começas a comportar-te como alguém que vai ser director comercial de uma grande empresa percebes? Opah a sério, oh Vítor, A tua vida mudou!

[Verso 3]
Um administrador levou te pa’ um fim de semana em Alcoitão
Numa vivenda quase mansão, tipo casa de sultão
Piscina principesca, paisagem pitoresca
Deu uma festa gigantesca , só com pessoal do cifrão
Ainda jogas-te golf, com todo aquele povo
Fim de semana de grande acção, a viver vida de barão
Um acionista da empresa levou-te até Calcutá
Pa’ um hotel SPA glamoroso, do melhor que há
Parecia miragem, banhos e massagens
Com mulheres de alta linhagem a prestarem-te vassalagem
Agora sempre enfiado nesse mundo abastado
Todo empinado pareces outra personagem
Quando os teus manos convidam-te pa’ saíres à night
Tu negas não vais, e vais a festas da socialite
Quando ‘tás com eles já nem falas em crioulo
Criticas o que eles são, chamas os teus bros de parolos

[Vítor]
– Não , não, não meu , não vou falar crioulo, nigga não vou falar crioulo, não estou em Cabo Verde man, um gajo ‘tá em Portugal fala português!
[Ney]
– Nah mentira! A bô gajo crê ben da pa dodu?E sta dodo nha manu
[Djey]
- A bô mos!? A bô bu ca sta sabi nãu, bu ca ta fala criolo?
[Vítor]
– Portugal – português!

[Verso 4]
Faltam poucas semanas pa’ assumires o cargo de diretor
Já se sente o esplendor do teu ânimo no teu interior
Já tratas os teus colegas de forma diferente
Todo prepotente, já te achas omnipotente
A queres ser dominante, semblante pedante
Estilo reinante já armando em tenente
Sempre com pose de gala como um cagão
Até já andas e já falas à patrão
Já pensas na casa e no carro que vais comprar
Nas férias que vais gozar na vida de ostentação
Agora ris-te das chances que te negaram
Trabalhos que te recusaram quando tinhas o melhor currículo
Ris-te do atendimento repartições públicas
Xenofobia rústica, de funcionários ridículos
Ris-te de quando foste à disco e foste barrado
E de quando perseguido em shoppings e supermercados

[Pedro]
- Eu acho que o Vítor é a pessoa mais indicada para o cargo, isso parece racismo!
[Sr Lourenço]
- Isso não tem nada a ver com racismo Pedro! O director comercial tem que ir reuniões, tem que interagir com os nossos clientes, com os nossos parceiros e tudo tem importância!
[Pedro]
- Pois claro eu sei
[Sr Lourenço]
- Tudo tem importância!
[Pedro]
- Sim ninguém disse o contrário
[Sr Lourenço]
- Se eu tiver uma mulher como directora, estou a dar uma imagem à empresa. Estou a transmitir uma mensagem para a sociedade e estou a introduzir no departamento um modelo de chefia, um modelo comportamental e cultural...Se eu tiver um negro é a mesma coisa. As pessoas agem, reagem e interagem de forma diferente consoante o género, a raça e a idade das pessoas!
[Pedro]
- Claro
[Sr Lourenço]
- É assim, é psicologia!
[Pedro]
- Pronto
[Sr Lourenço]
- Resumindo, isto não é uma questão racial. Vamos abrir uma excepção na nossa política de contratação e vamos chamar alguém de fora para assumir o cargo de director comercial. Tenho dito!

Date Added: 2017-08-25
Comments
0 (1 votes)
Artist Information
Newest Lyrics